0:00
0:00

A corrupção está no espírito do homem

  • Por Jovem Pan
  • 29/03/2017 12h59
ESTEFAN RADOVICZ/AGÊNCIA O DIA/ESTADÃO CONTEÚDOESTEFAN RADOVICZ/AGÊNCIA O DIA/ESTADÃO CONTEÚDOAE - Aloysio Neves

Aloysio Neves

A vergonha nacional da corrupção agora atinge até um tribunal.

Na verdade tribunal de contas não é um tribunal, mas um órgão que assessora o parlamento.

Cinco integrantes do Tribunal de Contas do Rio de Janeiro foram presos: Aloysio Neves (atual presidente); Domingos Brazão, José Gomes Graciosa, Marco Antônio Alencar e José Maurício Nolasco.

O que precisamos tomar atenção e cuidado é que o crime não é praticado pelas instituições, necessárias para a vida normal e democrático.

O problema são os homens que integram essas instituições.

O crime está no espírito do ser humano e não na parte intestina de todos os nossos órgãos.

A capacidade do homem de invadir o cofre público é inimaginável.

Quem sabe tivéssemos de reformar a Constituição Federal nos termos de Capistrano de Abreu, com apenas dois artigos:

“Artigo 1º – Todo brasileiro deve ter vergonha na cara.”

“Artigo 2º – Revogam-se as disposições em contrário.”