O Brasil está totalmente travado.

E há um paradoxo, relatado por Ronaldo Caiado em entrevista exclusiva à Jovem Pan. Ele diz que nem as instituições podem dar um rumo ao Brasil porque esse Congresso tem legitimidade, mas não tem credibilidade.

Goffredo Silva Teles disse que nem tudo que é legal é legítimo. Por paradoxal que pareça, nem o Congresso Nacional nem a Constituição nesse momento teriam condição para resolver.

Presidente Michel Temer, está na hora de voltar às origens, que são o pátio da faculdade. Prostre-se diante da quadrinha de Tobias Barreto:

"Quando se sente bater. No peito heróica pancada, Deixa-se a folha dobrada. Enquanto se vai morrer"

Morrer politicamente é possível. No plano possível a morte é na política

E dobrar a folha é renunciar.

Dobre a folha presidente. Renuncie.