0:00
0:00

Governo omite informações importantes em documento à ONU

  • Por Jovem Pan
  • 28/02/2017 10h19
EFEMichel Temer EFE

O Conselho de Direitos Humanos se reuniu e o Governo Temer omitiu alguns dados da organização. O comentarista Joseval Peixoto enumera-os: “Governo omitiu o desastre ambiental de Mariana no informe que entregou à ONU sobre a situação de direitos humanos no Brasil. O Governo também não informou sobre as mortes nos presídios do País”.

Apesar de a ONU impor um limite aos textos, Joseval avalia que tais dados deveriam ter sido citados.

O desastre de Mariana, por exemplo, foi o maior desastre ambiental da história do País, enquanto as mortes nos presídios chegaram a 131 detentos.

Joseval, entretanto, credita a fala de Luislinda Valois, ministra dos Direitos Humanos, que afirmou que as instituições estão funcionando e que o Governo brasileiro tem como um de seus principais objetivos o combate à corrupção.

“Mais que a omissão no texto o que é importante ressaltar é que hoje os Estados têm que se explicar para os órgãos internacionais. Nem sempre foi assim. Antigamente o princípio de soberania era absoluto. Após a declaração universal dos direitos humanos, o homem, mais que a soberania, passou a ser o centro do universo. Com ele também a proteção do meio ambiente. O homem é um ser gregário. O homem só ou é um monstro ou é um deus”, completa Joseval.

Confira o comentário completo: