0:00
0:00

Não adianta construir “Cidade Linda”, se a GCM causa dor aos humildes

  • Por Jovem Pan
  • 04/05/2017 11h09
ReproduçãoReproduçãoMorador de rua

O comentarista Joseval Peixoto destaca o caso do morador de rua agredido por agentes da Guarda Civil Metropolitana na manhã desta quarta-feira (03) na região do Jabaquara.

“Covarde agressão. Um homem sem casa, a GCM afastou o agente filmado agredindo o morador de rua. O agente dá uma rasteira no homem, que ficou com uma fratura no punho”, relata.

O morador de rua teve seus pertences dentro de um carrinho levado enquanto chorava, dizia estar machucado e falava “é tudo o que eu tenho”.

“Função do carrinho não é apenas conduzir os pertences do morador de rua. O carrinho é também a casa do morador de rua. A casa é, inclusive, protegida na Constituição. A casa é um asilo inviolável do indivíduo. Nela, ninguém poderá penetrar sem ordem do morador. Mas uma carrocinha pode ser casa? Do morador de rua é. E, portanto, não deve ser tomada”, explica Joseval.

O comentarista então finaliza com um apelo: “sr. Prefeito [João Doria], civilize seus homens. Não adianta o senhor construir uma Cidade Linda, se seus oficiais saem pelas ruas castigando os cidadãos causando dor aos humildes que não tem família, nem casa e nem destino”.

Assista ao comentário completo: