Não beba, não mate, não morra

  • Por Jovem Pan
  • 11/12/2017 10h31
Pedro Ventura/Agência BrasíliaPlenário da Câmara aprovou um projeto de lei para aumentar a pena de homicídio culposo de condutor sob efeito de drogas ou álcool

Plenário da Câmara aprovou um projeto de lei para aumentar a pena de homicídio culposo de condutor sob efeito de drogas ou álcool. A lei aprovada pelo Congresso na semana passada e que agora só aguarda sanção de Michel Temer, prevê aumentar a pena mínima para cinco anos e a máxima para oito anos.

Confira o comentário completo de Joseval Peixoto: