O bullying com um jovem e o rompimento do freio moral

  • Por Jovem Pan
  • 29/11/2017 10h22

Divulgação

O menino sofria bullying e essa matéria deveria ser levada a todos os colégios para ser debatida

Adolescente de 14 anos que matou dois colegas em outubro no Colégio Goyases, em Goiás, ficará internado por três anos. Em 20 de outubro, ele sacou uma arma que havia levado de casa e atirou contra colegas da oitava série, matando dois e ferindo quatro. O menino sofria bullying e essa matéria deveria ser levada a todos os colégios para ser debatida. A questão da motivação do ato humano é maior. Ele foi condenado à internação. O problema não é esse e nem o fato de aplaudir ou condenar. O juiz condena, mas é o povo que vai julgar, e é aí que entra a questão da motivação.

Confira o comentário completo de Joseval Peixoto: