Nesta segunda-feira (24) relembrou-se, dramaticamente, os 102 anos do genocídio armênio. A Armênia luta até hoje na ONU para reconquistar territórios que foram tomados pelos turcos à época.

Diversos países já reconheceram o genocídio, na matança que ocorreu já bem antes da Primeira Guerra Mundial, segundo Joseval Peixoto.

Nesta terça-feira (25), uma entidade da Armênia faz o pré-lançamento do filme “Promessa”, que trata de um triângulo amoroso durante o genocídio. O filme deve chegar aos cinemas no dia 11 de maio.

Assista ao comentário completo de Joseval Peixoto: