Será que chegou a vez do Judiciário ser atingido pela corrupção?

  • Por Jovem Pan
  • 19/09/2017 10h09
ReproduçãoO ex-presidente do STJ, Cesar Asfor Rocha, recebeu R$ 5 milhões em suborno da Camargo Corrêa para barrar a operação Castelo de Areia

Juiz suspende a destruição das provas na Operação Castelo de Areia. Deflagrada em 2009, a operação poderia ter antecipado o que foi descoberto na Lava Jato, já que empreiteiros e políticos eram alvos. A Justiça decidiu mudar de ideia depois que, em negociação de delação premiada, o ex-ministro Antonio Palocci afirmou que o ex-presidente do STJ, Cesar Asfor Rocha, recebeu R$ 5 milhões em suborno da Camargo Corrêa para barrar a operação.

Assista ao comentário completo de Joseval Peixoto: