0:00
0:00

A vida não perdoa a incompetência da administração pública brasileira

  • Por Jovem Pan
  • 03/03/2017 12h34
Sérgio Vale/SecomSérgio Vale/SecomCaminhões em estrada ruim

A manchete é espantosa do Estadão: safra recorde está indo para o ralo, diz ministro.

Bastou chover um pouco mais que o esperado e parte da supersafra brasileira de soja corre o risco de “micar” no País sem conseguir chegar aos portos. Ela está encalhada nos 100 km não asfaltados da BR-163, a rodovia que é hoje a principal ligação entre uma grande zona produtora do grão, no Mato Grosso, e os portos do Norte do País.

“Dinheiro que estava na mesa, de uma grande colheita, está indo para o ralo, nos buracos das estradas”, lamentou o ministro da Agricultura, Blairo Maggi. “Dá pena de ver.”

Ele informou que 11 navios que estavam no Porto de Belém esperando carga de soja já foram desviados para portos do Sul do País. Os produtores tiveram prejuízo de US$ 6 milhões. O setor com prejuízos de R$ 350 milhões.

É a vida que não perdoa a incompetência da administração pública brasileira.