Brasileiro vai ter uma trégua no carnaval?

  • Por Jovem Pan
  • 14/02/2017 11h44
ACOMPAÑA CRÓNICA: BRASIL CARNAVAL - BRA11. RÍO DE JANEIRO (BRASIL), 13/02/17.- Fotografía del 13 de febrero de 2017, muestra una venta de disfraces en una tiendas en el centro de Río de Janeiro (Brasil). Dicen los cariocas que el carnaval es el mejor momento para "soltarse" y "liberar los demonios". Este año no será una excepción, aunque Río de Janeiro celebra "la mayor fiesta del mundo" con una crisis sin precedentes que ha impactado también en las ventas de adornos y "fantasías". EFE/ Antonio Lacerda.EFE/ Antonio LacerdaLocal de venda de fantasias de carnaval no Rio de Janeiro

Vai começar o carnaval. Os blocos já estão esquentando os tamborins da esquina e enchendo de xixi todas as ruas da cidade.

A gente ainda está em fevereiro e parece que já estamos no meio do ano: revolta em presídios com muitos morrendo, caiu o avião de Teori Zavascki, morreu a dona Marisa, motim da polícia do Espírito Santo, a polícia do Rio também não dá sossego, desemprego, recessão…

Morar no Brasil não é para qualquer um, é para profissional. Será que o brasileiro vai ter uma trégua ao menos no carnaval? O carnaval brasileiro mistura tudo.

A bagunça, carnaval e a política, é tudo uma coisa só, tudo feito com muito suor, sacanagem e sem-vergonhice.

Pode tudo no carnaval brasileiro, menos cantar as marchinhas de mulata, nega do cabelo duro, a cabeleira do Zezé e Maria Sapatão.

A folia vai até quarta? Não, dura até segunda.

Aí o brasileiro volta ao seu desemprego normal. Depois disso tudo começa 2017 no Brasil.