O senado do chapéu de touro

  • Por Jovem Pan
  • 15/02/2017 11h25
Plenário do Senado Federal durante sessão deliberativa ordinária. Foto: Roque de Sá/Agência SenadoRoque de Sá/Agência SenadoPlenário do Senado Federal durante sessão deliberativa ordinária

O Brasil é um país maravilhoso. Não existe problema nenhum de educação, saúde, segurança, saneamento, infraestrutura, nada. No Brasil não há crise nem desemprego.

Por isso, o Senado não tem o que fazer nem matérias para legislar. Sem ter nada o que fazer numa terça-feira de Brasília, os senadores votaram a PEC que autoriza a prática da vaquejada, por 55 votos a favor, oito contra e três abstenções.

Os senadores tornaram a prática da vaquejada absolutamente legal no território nacional. Era a última questão de mérito que faltava ser discutida no Brasil. Não vou entrar no mérito da vaquejada, se pode ou se não pode.

Na verdade, eu acho que o Senado mais uma vez está sendo corporativista, tratando dos seus próprios interesses ao votar a favor da vaquejada. Porque tem muito senador que usa o chapéu de touro.

Sabe como é, né… Senador em Brasília, esposa no Estado de origem… Aí é só o famoso Ricardo ligar na TV Senado para saber se o touro está dando expediente.