0:00
0:00

Assista ao vivo

Presença das Forças Armadas no RJ atende a um apelo de quem? Da bandidagem!

  • Por Jovem Pan
  • 01/08/2017 10h53
Tomaz Silva/Agência BrasilQuando o governador era Sérgio Cabral, o crime funcionava feito relógio, mas era Rolex. Mas agora, com o Exército nas ruas, tudo voltou ao normal, diz Madureira

Eis que o carioca acorda de manhã e descobre que a cidade está tomada pelo Exército. Os militares estão tomando conta de pontos estratégicos da paisagem carioca zelando pela segurança geral.

Na verdade, a presença deles foi para atender a um apelo da bandidagem. A criminalidade do RJ estava demais. Tinha bandido roubando assaltante! Estava uma bagunça, uma falta de respeito com o meliante. Porque afinal, no Rio de Janeiro, o crime sempre foi muito organizado.

Quando o governador era Sérgio Cabral, o crime funcionava feito relógio, mas era Rolex. Mas agora, com o Exército nas ruas, tudo voltou ao normal.

É bonito de ver os traficantes confraternizando com os nossos soldados. Tirando selfie e comparando quem teria o fuzil mais bacana.

Assista ao comentário completo de Marcelo Madureira: