Prioridades do Congresso: funk está liberado, mas as reformas ainda não saíram

  • Por Jovem Pan
  • 21/09/2017 08h58
Rodolfo Stuckert/DivulgaçãoO Parlamento brasileiro realmente trabalha incansavelmente por algo irrelevante para o Brasil

Para alívio do povo brasileiro, o funk está liberado. Não prosperou a proposta legislativa que pretendia criminalizar o funk. A comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa do Senado rejeitou a matéria. O Parlamento brasileiro realmente trabalha incansavelmente por algo irrelevante para o Brasil, enquanto as reformas não são assuntos de discussão, debate e deliberação de votação.

Assista ao comentário completo de Marcelo Madureira: