Ex-presidente da OAS diz em delação que tríplex no Guarujá, litoral de São Paulo, era de Lula, e que o ex-presidente o orientou a destruir provas.

O Instituto Lula afirma que há um complô para que Léo Pinheiro incrimine o petista no processo que envolve o apartamento.

Marco Antonio Villa comenta: todos os jornais colocam como manchete. O tríplex era do Lula e o jornal O Globo revelou há sete anos.

O caderno é devastador, fala em "Edifício Bolsa-triplex". É gozação, assim como a citação a Zeca Pagodinho

O lugar de Lula em 2018 é em Presidente Bernardes.