General Motors encerra atividades na Venezuela após o confisco de carros e ativos pelo governo.

Mais antiga fábrica de automóveis no país, a GM diz que a decisão judicial foi arbitrária.

Marco Antonio Villa: A situação na Venezuela vai se agravando e se aproxima de uma guerra civil. Tem dois caminhos trágicos: a guerra civil e um golpe militar. Seria necessário reinstitucionalizar o País;

Quando as Forças Armadas perdem a função para as milícias, há fraturas.