Presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, contraria o Supremo e não avança o texto das 10 medidas contra a corrupção.

O ministro do STF Luiz Fux afirmou que parar a tramitação do projeto é virar as costas para o povo.

“O Bolinha não sabe o que fazer. Chama a Luluzinha. O vice é que faz as festas. Aquela Praça dos Três Poderes deveria ser implodida politicamente. E aí, o que aconteceu? É o País do Carnaval”, critica Marco Antonio Villa.

Confira: