Não é possível transformar Anitta em um símbolo do Brasil

  • Por Jovem Pan
  • 09/01/2018 11h04

Divulgação

O “Vai Malandra” é uma letra... agora, a elite gosta da Anitta. É uma elite medíocre que odeia cultura, museu, patrimônio histórico. Dizer que Anitta nos representa é uma vergonha, uma decadência

Triste Brasil. Comento o momento cultural. Anitta e a República dos Rastaqueras. A ignorância se transformou em política oficial. Quanto mais medíocre, melhor. Pego como exemplo a cantora Anitta, o melhor exemplo da decadência cultural do Brasil. A música “Vai Malandra” é uma das mais reacionárias que vi na vida. Há uma mercantilização do corpo da mulher e uma idealização da favela. O vídeo dá nojo. O “Vai Malandra” é uma letra… agora, a elite gosta da Anitta. É uma elite medíocre que odeia cultura, museu, patrimônio histórico. Dizer que Anitta nos representa é uma vergonha, uma decadência.

Confira o comentário completo de Marco Antonio Villa: