Nascer, viver e no STF morrer é um privilégio que nem todos podem ter

  • Por Jovem Pan
  • 02/02/2018 10h14
José Cruz/EBC/Fotos PúblicasApenas em 2016, eles gastaram pouco mais de R$ 500 milhões. São 1.216 funcionários ativos mais estagiários e outros resultando em 222 funcionários por ministros aproximadamente

O belo hino do Santos diz “Nascer, viver e no Santos morrer. É um orgulho que nem todos podem ter”. Gostaria de adaptar e dizer que “nascer, viver e no STF morrer é um privilégio que nem todos podem ter”, e haja privilégios. Não faltam recursos para manter aquela Corte. Apenas em 2016, eles gastaram pouco mais de R$ 500 milhões. São 1.216 funcionários ativos mais estagiários e outros resultando em 222 funcionários por ministros aproximadamente.

Confira o comentário completo de Marco Antonio Villa: