Após a Polícia Federal apertar o cerco contra o PMDB em nova fase da Operação Lava Jato deflagrada nesta quinta-feira (16), a investigação confirmou que o filho de Edison Lobão repassou propinas.

A investigação apura corrupção nas obras da usina hidrelétrica de Belo Monte. Batizada de Leviatã, em alusão ao livro do filósofo Thomas Hobbes, a ação cumpriu mandados de busca e apreensão nas casas e nos escritórios do filho do senador Edison Lobão (PMDB-MA), Márcio Lobão, e do ex-senador e apadrinhado político de Jader Barbalho (PMDB-PA), Luiz Otávio Campos.

O comentarista Marco Antonio Villa critica a “família/quadrilha” que roubava recursos de erário.

“A família rouba unida. Quando a Justiça vai fazer algo contra a família Lobão?”, questiona Villa.

Confira o comentário completo: