O governo acabou. Só não sabe que acabou Michel Temer e o pequeno grupo palaciano que o cerca. As reformas estão paralisadas. O governo comete um crime de lesa-pátria ao permanecer.

A aparente calmaria de agora antecede a tempestade. O governo perde a base de apoio. Quem permanecer hoje no governo não tem condições de estabelecer uma candidatura em 2018.

O presidente sabe que virão outras revelações. Seu “pau-mandado”, deputado do Paraná, no momento em que vazar uma fala dele, para se salvar, vai fazer delação premiada e entregará todos os negócios obscuros do presidente.

É melhor Temer sair agora. Cabe ao presidente só um caminho: a renúncia.