Alckmin tem missão de dar norte ao PSDB, e desafio não é pequeno

  • Por Jovem Pan
  • 28/11/2017 09h07

Ciete Silvério/ A2img

Nesta terça-feira, em entrevista ao Jornal da Manhã, ele não negou, falou como candidato e agora vai poder agir com maior desenvoltura nesse campo

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, já foi colocado como nome para assumir o PSDB a partir de dezembro deste ano, após o recuo de Tasso Jereissati e Marconi Perillo. A negociação já vinha de semanas, e começou a ficar evidente que a convenção tucana reproduziria a divisão que vem desde o impeachment.

De um lado o grupo governista e de outro o anti-governo. Alckmin estava oscilando entre os dois e agora deverá ser confirmado como novo presidente nacional da sigla.

Alckmin tem missão de dar norte ao PSDB, e desafio não é pequeno, já que a sigla tem seus rachas internos.

Presidência da República

Antes, uma série de fatores obstruía Alckmin. Nesta segunda-feira (27), a desistência de Luciano Huck de disputar a presidência e a decisão do PSDB poderão ajudar o governador a negociar uma aliança mais ampla em torno de si.

Alckmin há algum tempo não vem atuando como candidato. Nesta terça-feira, em entrevista ao Jornal da Manhã, ele não negou, falou como candidato e agora vai poder agir com maior desenvoltura nesse campo.

Confira o comentário completo de Vera Magalhães: