0:00
0:00

Congresso e Judiciário entram em recesso, mas existem pendências na Lava Jato

  • Por Jovem Pan
  • 17/07/2017 10h07
Agência BrasilA força-tarefa, anunciada pela presidente do Supremo, Cármen Lúcia, em 17 de abril, parece ter virado lenda urbana

Começa nesta segunda-feira (17) a ausência maciça de parlamentares no Congresso devido ao recesso. No Judiciário, o mesmo. Mas há coisas pendentes. Uma delas, segundo a comentarista Vera Magalhães, é a força-tarefa para agilizar os trabalhos no Supremo Tribunal Federal após a divulgação da lista da Odebrecht.

A força-tarefa, anunciada pela presidente do Supremo, Cármen Lúcia, em 17 de abril, parece ter virado lenda urbana e não se sabe nem se foi criada.

A delação da Odebrecht caiu em uma espécie de limbo após a delação dos irmãos Batista, da JBS. Vera lembra que a delação da empreiteira também tem força e suscitou inquéritos contra 10 governadores.

“Diante das notícias de que Curitiba tem um monte de casos em aberto, é preciso que, na volta do recesso, todas as instâncias prestem contas do que estão fazendo, e se a força-tarefa irá existir ou se era algo momentâneo”, diz Vera.

Assista ao comentário completo: