0:00
0:00

Goleada contra Temer no STF deve ser maior que a do 7 x 1 entre Brasil e Alemanha

  • Por Jovem Pan
  • 21/09/2017 08h23
Lula Marques/Lula MarquesHá um sinal de que o Governo acredita que desta vez será mais simples arquivar a denúncia

O Supremo Tribunal Federal continua a votação nesta quinta-feira (21) sobre o encaminhamento da denúncia contra o presidente Michel Temer para a Câmara dos Deputados. Nesta quarta (20), sete ministros do STF já tinham votado a favor e apenas Gilmar Mendes foi contra e quis que a denúncia voltasse à PGR.

É provável que a presidente do Supremo, ministra Cármen Lúcia, não se abstenha e vote a favor do encaminhamento à Câmara. “Não cabe juízo de admissibilidade ou de mérito neste momento”, lembra Vera Magalhães.

Voltando para a Câmara, a Casa deve votar mais uma denúncia contra o presidente. Segundo Rodrigo Maia, a tramitação deve ser mais rápida e a intenção é que seja votado o relatório da comissão já no mês de outubro no plenário.

Há um sinal de que o Governo acredita que desta vez será mais simples, seja por conta do desgaste do ex-procurador-geral Rodrigo Janot ou por sinais de melhora da economia. Os deputados estão mais preocupados com a reforma política, orçamento e início de campanhas e, por isso, talvez seja mais rápido e menos caro arquivar a denúncia desta vez.

Confira o comentário completo de Vera Magalhães: