0:00
0:00

Governo anunciará aumento do rombo na semana que vem

  • Por Jovem Pan
  • 03/08/2017 11h52
EFE/Joédson AlvesEFE/Joédson AlvesO governo fala em um “legado institucional” que permita ao próximo presidente, eleito em 2018, superar de vez a crise

O aumento do rombo na meta fiscal do governo virá na semana que vem, informa a colunista Vera Magalhães.

O governo Temer não quer chegar a um déficit de R$ 159 bilhões, mas busca fazer um déficit menor que o de 2016, por uma questão política e simbólica. O Planalto quer traçar uma linha decrescente no buraco dos cofres públicos. Assim, mudança na meta fiscal de 2017, hoje em déficit de R$ 139 bilhões, não deve der maior que R$ 20 bilhões.

O Planalto vai alterar, ao mesmo tempo, a meta fiscal de 2018, hoje em R$ 129 bilhões de déficit. A previsão inicial era de rombo de R$ 79 bilhões e a última revisão aconteceu em abril.

Essa é uma postura política de um governo que quer mostrar que não está preocupado somente em se defender, mas que tem algo a entregar. O governo fala em um “legado institucional” que permita ao próximo presidente, eleito em 2018, superar de vez a crise.

Assim, Temer volta a se assumir como governo de transição com uma agenda para pavimentar a chamada “ponte para o futuro”.