0:00
0:00

Assista ao vivo

Maia mantém posição contrária ao retorno do imposto sindical

  • Por Jovem Pan
  • 07/11/2017 08h22

Wilson Dias/Agência Brasil

Maia havia sido peremptório no sentido de que não admitiria uma MP restituindo a cobrança e que os deputados tinham sido corajosos ao extingui-la

Está em conversa a intenção do deputado Paulinho da Força de apresentar um projeto de lei com uma proposta de restituição do imposto sindical.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, havia sido peremptório no sentido de que não admitiria uma Medida Provisória restituindo a cobrança e que os deputados tinham sido corajosos ao extingui-la.

Questionado diante da notícia de que ele teria feito acordo para restituir a cobrança, Maia disse que foi o deputado que o procurou para apresentar PL com a proposta de restituição.

É direito de todo parlamentar, mas Maia disse que se permanecia contra a volta do imposto e não vai fazer acordo pela tramitação rápida dessa medida. Se houver PL, será de iniciativa do deputado Paulinho da Força.

Negativa vem da Câmara e do Palácio do Planalto de que não vai haver volta do imposto com aval do Governo. Cabe a nós ficarmos cobrando, porque a volta do imposto sindical é interessante apenas aos sindicatos.

Assista ao comentário completo de Vera Magalhães: