Pedidos de sobrenome “Lula” mostram que deve faltar trabalho no Congresso

  • Por Jovem Pan
  • 12/04/2018 08h03
Ricardo Stuckert/Instituto LulaRicardo Stuckert/Instituto LulaSe preocupar com coisa ridícula como a de mudança de nome é porque deve estar faltando trabalho no Congresso, diz Vera Magalhães

Desde que Lula foi preso acontece uma romaria de petistas a Curitiba, e ainda pedidos de mudança de sobrenomes na Câmara. Petistas querem o sobrenome “Lula” em seu nome partidário, enquanto oposicionistas querem “Moro” e até mesmo “Bolsonaro”.

Se preocupar com coisa ridícula como a de mudança de nome é porque deve estar faltando trabalho no Congresso.

Durante a tarde de quarta (11), a presidente do PT abriu o desfile de pessoas que querem colocar “Lula” no sobrenome. Mas isso não deve ser permitido pelo Congresso. Isso mostra que depois da novela de São Bernardo algumas coisas continuam, e o capítulo de Lula preso deve continuar.

Além disso, governadores de nove Estados, sabendo que não poderiam visitar o ex-presidente preso, viajaram até Curitiba com dinheiro público e deram de cara na porta.

Confira o comentário completo de Vera Magalhães: