Questão de ordem pode definir decisão sobre prisão após 2ª instância

  • Por Jovem Pan
  • 03/04/2018 08h38
Carlos Moura/SCO/STFAlgum ministro ou até mesmo a defesa do petista podem apresentar a questão de ordem para que haja repercussão geral

Uma questão de ordem pode ser a chave para entender o julgamento do pedido de habeas corpus de Lula no Supremo Tribunal Federal nesta quarta-feira (04).

Algum ministro ou até mesmo a defesa do petista podem apresentar a questão de ordem para que haja repercussão geral, em caso de entendimento contrário à prisão após segunda instância. Isso deve ser feito no início da sessão e pode ser decisivo para o voto da ministra Rosa Weber.

Confira o comentário completo de Vera Magalhães: