A inveja é um sentimento tão humano quanto delicado. A inveja pode ser positiva, na medida em que te estimula a crescer.

Mas pode levar à depressão, à raiva e até ao vazio. Nenhum de nós é tudo, pode tudo o tempo todo.

Será que em vez de cultivar o olhar do que o outro tem, não seria melhor pensar na própria luz, no brilho e nas potencialidades?

Buscar o que os outros têm, a perfeição, ou mesmo invejar causas e situações impossíveis, é um atalho muito grande para a infelicidade.

A escolha é sua: que caminho você prefere trilhar para uma vida boa, na qual acorda animado e dorme em paz?