O risoto, por sua peculiaridade em ingredientes, é sempre um prato que requer atenção na harmonização com os vinhos. Normalmente, quem vai mandar é o ingrediente de maior destaque - além do arroz, é claro.

É importante destacar que o risoto é um prato que tende para o pesado, além de não poder ser confundido com arroz enriquecido. Não há uma regra geral para harmonização e, sim, tendências, sempre levando em conta o gosto de cada um.

Nesta edição do Enoteca Jovem Pan, Esper Chacur destaca combinações que funcionam bem:

Chardonnay - Risoto de queijos ou legumes

Sauvignon Blanc - Risoto de limão, salmão, queijos azuis ou frutos do mar

Pinot Noir - Risoto de carne, linguiça, charque, cordeiro ou cogumelos

Merlot - Risoto de Bacalhau

Rosé - é o "coringa", combina com a maioria dos risotos

Confira outras dicas no áudio completo.