Temer deve partir para uma ofensiva maior em meio à crise

  • Por Jovem Pan
  • 19/12/2016 16h03
Divulgação/PlanaltoHenrique Meirelles

Em meio a queda de popularidade, crise econômica ainda pesada, delações e crise política, o governo Temer dá indicações de que deverá partir para uma ofensiva maior, no sentido de lançar medidas microeconômicas que possam estabelecer uma agenda mais positiva para o país.

Na semana passada, já tivemos um pacote desse tipo, com medidas que tentam melhorar o ambiente de negócios, estimular investimentos e incentivar as condições de crédito também. É algo que seria muito mais eficiente em uma situação de normalidade da economia brasileira. A eficácia é muito limitada, dada a gravidade dos problemas que o país enfrenta atualmente.

Confira no áudio acima o comentário completo de Denise Campos de Toledo.