Catalunha declara independência mas suspende efeito: Como fica a situação da Espanha?

  • Por Jovem Pan
  • 10/10/2017 21h00

EFE/Alberto Estévez

Puigdemont afirmou que o governo da Catalunha não se distanciará da democracia. Para Madri, a separação é ilegal

Depois do turbulento plebiscito popular em 1º de outubro, o presidente regional da Catalunha, Carles Puigdemont, declarou a independência da região, nesta terça-feira, 10. Durante o discurso no Parlamento, porém, o líder catalão pediu a suspensão dos efeitos da votação e cobrou diálogo com a Espanha. Puigdemont afirmou que o governo da Catalunha não se distanciará da democracia. Para Madri, a separação é ilegal.

No 3 em 1, Patrick Santos mediou debate entre Vera Magalhães, Carlos Andreazza e Marcelo Madureira, que discutiram sobre a situação da Espanha e o posicionamento da União Europeia.

Andreazza apontou que o processo de separação é ilegal e criticou a postura do governo catalão de pedir independência e logo em seguida recuar. Vera afirmou que a Catalunha está isolada, já que até a União Europeia deve rejeitar a declaração da região. Para Madureira, a declaração foi apenas jogo de cena.

Confira o debate completo no 3 em 1, com participação da repórter Marcella Lourenzetto: