0:00
0:00

Cesare Battisti é retido perto da fronteira entre Brasil e Bolívia: fugindo da extradição?

  • Por Jovem Pan
  • 04/10/2017 20h02

Agência EFE

Em setembro, a Itália pediu para que o presidente Michel Temer anule o refúgio concedido a Battisti no final do mandato do ex-presidente Lula, em 2010

Nesta quarta-feira, 4, o italiano Cesare Battisti foi retido na cidade de Corumbá, no Mato Grosso do Sul. Condenado à prisão perpétua na Itália e asilado no Brasil, ele estaria tentando fugir para a Bolívia quando foi surpreendido durante uma blitz da Polícia Rodoviária Federal.

Em setembro, a Itália pediu para que o presidente Michel Temer anule o refúgio concedido a Battisti no final do mandato do ex-presidente Lula, em 2010. Na última quinta-feira, o italiano entrou com um pedido de habeas corpus no STF para impedir uma possível extradição.

No 3 em 1, Patrick Santos mediou debate entre Carlos Andreazza, Marcelo Madureira e Augusto Nunes, que discutiram sobre a situação do italiano no Brasil.

Andreazza afirmou que a história está muito mal contada. Para ele, Temer não terá coragem de discutir uma possível extradição de Battisti.

Madureira ressaltou que o Brasil deve a extradição de Cesare Battisti aos italianos. Augusto Nunes destacou que não há ameaça em território brasileiro ao condenado.

Confira o debate completo no 3 em 1: