0:00
0:00

Doria e Alckmin voltam a trocar farpas por 2018: PSDB deve escolher a cria ou a criatura?

  • Por Jovem Pan
  • 04/09/2017 20h35
ReproduçãoNo 3 em 1, Patrick Santos mediou debate entre Vera Magalhães, Carlos Andreazza e Marcelo Madureira, que discutiram sobre a postura ofensiva dos tucanos

A semana começou quente entre o prefeito de São Paulo, João Doria, e o governador paulista, Geraldo Alckmin, que lutam por espaço para concorrer à Presidência da República pelo PSDB, em 2018.

Nesta segunda-feira, 4, em entrevista exclusiva ao Jornal da Manhã da Jovem Pan, Doria rejeitou concorrer em prévias contra o padrinho político, e destacou que a escolha do partido deve ser feita a partir da população, por meio de pesquisas eleitorais.

Em São Paulo, Geraldo Alckmin afirmou que “o novo” na política não se refere à idade ou à falta de experiência pública. Para ele, o “novo” na política diz respeito a quem “fala a verdade”.

No 3 em 1, Patrick Santos mediou debate entre Vera Magalhães, Carlos Andreazza e Marcelo Madureira, que discutiram sobre a postura ofensiva dos tucanos.

Vera destacou que João Doria nunca tinha sido tão explicito sobre as intenções de disputar a Presidência em 2018. Para ela, o tucano está andando mais rápido que as pernas.

Andreazza afirmou que Doria está obcecado pela ideia de ser presidente. Ele ressaltou que Alckmin colocou o “afilhado político” em uma camisa de força de “traidor”.

Madureira disse que o importante para se escolher um candidato são as qualidades e a agenda dele, e não o que apontam as pesquisas.

Confira o debate completo no 3 em 1: