0:00
0:00

Em áudio, Joesley dá a entender que ocultou informações: empresário deve ser preso?

  • Por Jovem Pan
  • 06/09/2017 19h07
ReproduçãoNo 3 em 1 desta quarta-feira, 6, Patrick Santos mediou debate entre Vera Magalhães, Carlos Andreazza e Marcelo Madureira, que discutiram sobre as possibilidades que envolvem Joesley Batista depois das revelações

Em áudio, liberado pelo Supremo Tribunal Federal, o dono da JBS, Joesley Batista, dá a entender que não contou tudo o que sabia na delação negociada com a Procuradoria-Geral da República. Na gravação, o empresário também sugere que a operação Carne Fraca só foi deflagrada para pressioná-lo.

No 3 em 1 desta quarta-feira, 6, Patrick Santos mediou debate entre Vera Magalhães, Carlos Andreazza e Marcelo Madureira, que discutiram sobre as possibilidades que envolvem Joesley Batista depois das revelações.

Vera destacou que a delação foi montada do início ao fim. Para ela, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, e o ex-procurador Marcello Miller estão levando a Lava Jato a poder virar uma operação Castelo de Areia, na base da soberba e da irresponsabilidade.

Andreazza afirmou que Joesley Batista assume, em vários momentos da gravação, obstruções de Justiça. Para ele, se o acordo for anulado, os delatores devem ser presos preventivamente.

Madureira disse que o crime foi movido pela vaidade. Para ele, a situação não absolve o presidente Michel Temer, que recebeu Joesley no Palácio do Jaburu fora da agenda oficial.

Confira o debate completo no 3 em 1: