0:00
0:00

Marun é escolhido relator da CPI Mista da J&F: comissão será palco de vingança?

  • Por Jovem Pan
  • 12/09/2017 19h57
Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência BrasilAliado do presidente Michel Temer, Marun afirmou que as delações premiadas da J&F serão tratadas sem medo na comissão. A escolha do deputado deixou alguns parlamentares revoltados

Nesta terça-feira, 12, o deputado Carlos Marun, do PMDB do Mato Grosso do Sul, foi escolhido como relator da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito que investigará a J&F. O presidente da CPMI, senador Ataídes Oliveira, do PSDB, já adiantou que vai apurar os termos da colaboração premiada de executivos do grupo.

Aliado do presidente Michel Temer, Marun afirmou que as delações premiadas da J&F serão tratadas sem medo na comissão. A escolha do deputado deixou alguns parlamentares revoltados.

No 3 em 1, Patrick Santos mediou debate entre Vera Magalhães, Carlos Andreazza e Marcelo Madureira, que discutiram a atuação de Marun e o futuro da CPI Mista da J&F.

Vera destacou que a última grande CPI feita no Congresso foi a dos Correios, que levou ao Mensalão. Para ela, essa comissão será usada para vinganças e vendas.

Madureira afirmou que nada de isento pode sair de uma CPI em que o deputado Carlos Marun seja relator. Para ele, a comissão “já é uma pizza”.

Andreazza ressaltou que a CPI deve espezinhar o procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

Confira o debate completo no 3 em 1, com participação especial do repórter José Maria Trindade: