0:00
0:00

STF autoriza ensino religioso confessional em escolas públicas: a medida afeta o Estado laico?

  • Por Jovem Pan
  • 28/09/2017 18h06

Nelson Jr./SCO/STF

STF decidiu que professores poderão promover suas crenças durante aulas de ensino religioso em escolas públicas

Após quatro sessões, o Supremo Tribunal Federal decidiu que professores poderão promover suas crenças durante aulas de ensino religioso em escolas públicas. Com a aprovação apertada de seis dos 11 ministros, a decisão rejeitou a ação movida pela Procuradoria-Geral da República que defendia que o ensino religioso deveria ser “não confessional”, o que faria com que as aulas tivessem de abordar religião apenas de forma genérica.

O voto de desempate foi da presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, que se formou e é professora da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais.

No 3 em 1 desta quinta-feira (28), Patrick Santos mediou debate entre Vera Magalhães, Carlos Andreazza e Marcelo Madureira, que discutiram sobre os ensinos religiosos no Brasil.

Vera destacou que é a favor da laicidade, e que ensino de religião tem que ocorrer dentro do caráter histórico. Andreazza levantou a questão do ensino facultativo de uma única religião, ideia com a qual concorda. Madureira defendeu que a fé é individual e não pode ser influenciada por ninguém.

Confira o debate completo no 3 em 1, com participação especial da repórter Carolina Ercolin: