0:00
0:00

Violência na sala de aula: Professora lamenta agressão por estudante de 15 anos

  • Por Jovem Pan
  • 22/08/2017 20h55
Reprodução/FacebookMárcia teria repreendido um estudante de 15 anos por estar com um livro debaixo da mesa, e depois de uma reação violenta do jovem, ela o encaminhou para a sala da direção. Ao chegar no local, o aluno negou o ocorrido, exaltou-se e partiu para cima dela com socos
Mais uma caso de violência dentro de uma sala de aula gera revolta e indignação. Em rede social, a professora de Língua Portuguesa e literatura Márcia Friggi, de 51 anos, relatou uma agressão dentro de uma escola municipal de Indaial, no Vale do Itajaí, em Santa Catarina.
Márcia teria repreendido um estudante de 15 anos por estar com um livro debaixo da mesa, e depois de uma reação violenta do jovem, ela o encaminhou para a sala da direção. Ao chegar no local, o aluno negou o ocorrido, exaltou-se e partiu para cima dela com socos.
No 3 em 1 desta terça-feira, Patrick Santos mediou debate entre Vera Magalhães, Carlos Andreazza e Marcelo Madureira, que discutiram sobre a violência dentro das escolas brasileiras.
Madureira destacou que são vários os casos de professores agredidos fisicamente. Para ele, essas ocorrências mostram a diminuição dos valores da sociedade.
Vera Magalhães condenou o ato e criticou os que defendem uma agressão pelo simples fato da professora acreditar em uma ou outra ideologia.
Andreazza ressaltou que a profissional que sofreu as agressões havia defendido, dias antes, uma jovem que atirou um ovo contra o deputado federal Jair Bolsonaro.
Confira o debate completo no 3 em 1: