0:00
0:00

Violência no Rio de Janeiro: Crise no Estado configura “guerra civil”?

  • Por Jovem Pan
  • 18/08/2017 20h10
Fernando Frazão/Agência BrasilEntre os temas do debate, aparece a adoção da palavra "guerra", que para alguns é considerada como uma maneira de justificar mais a violência no Estado
Mergulhado nas crises econômica, política e de segurança pública, o estado do Rio de Janeiro tem visto a violência crescer mais a cada dia. Diante da situação crítica, surge a discussão sobre a maneira de se tratar os crimes que ocorrem no Rio. Entre os temas do debate, aparece a adoção da palavra “guerra”, que para alguns é considerada como uma maneira de justificar mais a violência no Estado.
No 3 em 1 desta sexta-feira, 18, Patrick Santos, Vera Magalhães, Carlos Andreazza e Marcelo Madureira entrevistaram o jornalista Leslie Barreira Leitão, co-autor do livro “Indefensável – o Goleiro Bruno e A História da Morte de Eliza Samudio” e especialista em segurança pública.
Leitão apontou que a população já trata a situação fluminense como uma “guerra civil” há muito tempo, e destacou que o processo de pacificação das comunidades serviu para espalhar os criminosos.
Confira a entrevista completa no 3 em 1: