Governo apresenta plano para acabar com campanhas de vacinação contra febre aftosa

  • Por Nanny Cox/Jovem Pan
  • 09/07/2017 09h33
Nanny Cox/Jovem PanPlano Estratégico do Programa Nacional de Febre Aftosa quer reconhecer o Brasil como livre da doença sem vacinação até 2023

Após polêmicas e suspensões à carne brasileira, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento quer levar o Brasil a fazer parte da lista de 35 países que não realizam a vacinação contra Aftosa.

As ações se concentram em estruturar o serviço veterinário, fortalecer e ajustar parcerias e atualizar procedimentos e marcos legais. De acordo com representantes do Mapa, a conquista representará benefícios para as exportações de carne brasileira, prejudicadas desde que a Operação Carne Fraca veio à tona. O fim da vacinação também pode levar à economia de cerca de 1 bilhão de dólares.

Apesar disso, os produtores que acompanharam a divulgação do Plano se mostraram receosos com o fim das campanhas de vacinação. O programa A Hora do Agronegócio deste domingo detalhou a intenção do governo e ouviu especialistas. Confira abaixo: