0:00
0:00

Aposentadoria, palestras, pensão de Marisa: de onde vem o dinheiro de Lula?

  • Por Jovem Pan
  • 16/03/2017 17h02
Ricardo Stuckert/Agência BrasilMarisa Letícia e Lula - Ag Brasil

O dinheiro que dona Marisa recebia, aquele que Lula mencionou no depoimento da Justiça Federal nessa semana, vem na verdade dos rendimentos das palestras do ex-presidente. Foi a explicação do Instituto Lula para a pergunta que muita gente se fez após assistir ao vídeo onde o petista se enrola ao tentar explicar o quanto ganha por mês.

O juiz Ricardo Augusto Soares Leite foi muito direto na questão, bem no início do interrogatório, e tentou por várias vezes chegar ao valor exato.

“São seis e pouco (mil reais) de aposentadoria, mais os 20 (mil reais) que minha mulher recebia, que passou pra 30 (mil reais), mas ela não recebeu nenhum de 30 (mil reais) porque morreu antes. Pode dar 30 mil, mas tem mais porque tem doação para os meus filhos…poderia chegar a quanto…50 mil. Eu não sei, eu tô tentando chutar aqui”, disse Lula.

Como poderia compor sua renda mensal um valor tão alto, entre 20 e 30 mil reais, atribuído a Marisa Letícia? A esposa de Lula, que faleceu mês passado, não tinha aposentadoria do INSS.
Mas segundo o Instituto Lula, o orçamento do ex-presidente é composto por retiradas mensais de 20 mil reais (que subiram recentemente para 30 mil) de um fundo da LILS, a empresa de palestras do ex-presidente.

Era Marisa Letícia que lidava com o orçamento da casa e, por isso, o petista menciona o dinheiro da esposa ao juiz. Ainda de acordo com o Instituto, a aplicação foi abastecida pela renda obtida por meio da realização de 72 palestras entre os anos 2011 e 2015. Parte do dinheiro foi doado aos filhos. O restante financia os gastos mensais de Lula.

Lula recebe 6 mil reais de aposentadoria como anistiado político. Não tem direito a benefício por invalidez porque quando era metalúrgico e perdeu o dedo num torno mecânico, ganhou uma indenização.
Não há pensão por ter ocupado o cargo de presidente entre 2003 e 2010. Mas tem à disposição dois carros abastecidos e oito funcionários, como qualquer outro ex-presidente.

Variação

Os advogados do ex-presidente protocolaram nesta quinta-feira uma petição dirigira à 10ª. Vara Federal de Brasília. No documento, eles garantem que as informações prestadas por Lula ao juiz são verdadeiras.

A conta seria assim: a renda mensal de Lula é composta por uma aposentadoria de anistiado, deferida em 1993, no valor aproximado de R$ 6 mil, e, ainda, por retiradas de R$ 25 mil por mês de suas empresa de palestras. Esse último, aliás, é a mesma fonte de onde vêm valores que ele doa aos seus filhos. Na nota, os advogados alegam que todos os valores são devidamente declarados.

O que chama atenção é a flutuação dos valores. Nessa petição entregue pelos advogados de Lula, o faturamento da LILS é de pouco mais de 252 mil reais, o documento é referente ao ano de 2015. Em outra declaração, entregue pelo ex-presidente à justiça de Curitiba, ele diz que a empresa de palestras faturou R$ 5,67 milhões em 2014.

No programa 3 em 1, os comentaristas abordaram a confusão do ex-presidente. Carlos Andreazza ironizou a falta de conhecimento de Lula sobre o quanto ele recebe de dinheiro. “Deve ser um bilionário, porque pra não saber quanto ganha…”

Para Marcelo Madureira, o petista deve ganhar tanto que nem tem ideia da quantia e diz que quando se trata dele, os fatos nunca são claros. “As coisas do Lula são escorregadias. Não existe nenhuma clareza, nenhuma verdade”, afirmou. 

Vera Magalhães citou o assessor “fanfarrão” do Instituto Lula, que abordou a pauta que foi ao ar antes mesmo do programa começar, que havia pedido respeito à memória da ex-primeira-dama. De acordo com a apresentadora, o próprio Lula foi quem tocou no assunto da falecida esposa. “Ele quis fazer um comício, não soube dizer quanto ganhava e quem pôs a dona Marisa na história foi ele. Estamos apenas querendo esclarecimentos que ele tem que prestar ao povo brasileiro de quanto ele recebe.”

Confira no vídeo abaixo os comentários dos apresentadores do programa 3 em 1.