Apesar de discurso, Palmeiras não desiste e pode tentar cartada final por Scarpa 

  • Por Jovem Pan
  • 22/12/2017 13h17
Mailson Santana / Fluminense / DivulgaçãoScarpa, Gustavo ScarpaO meia Gustavo Scarpa, 23 anos, continua na mira do Palmeiras para 2018

O Palmeiras não desistiu da contratação de Gustavo Scarpa. Apesar de admitir publicamente que se trata de uma negociação complexa e de difícil desfecho, o clube alviverde mantém esperanças de contar com o meia em 2018. A reportagem da Jovem Pan apurou que o Verdão pode tentar uma cartada final junto ao Fluminense nos próximos dias.  

“O Palmeiras ainda não desistiu (do Gustavo Scarpa). Realmente está muito difícil, complicado… Hoje, Corinthians e São Paulo estão na frente, mas o Palmeiras ainda pode tentar uma cartada final pelo jogador do Fluminense”, informou o repórter Raphael Thebas, durante o Camisa 10 desta sexta-feira, na Rádio Jovem Pan. 

“É fato (que Scarpa ainda pode reforçar o Palmeiras)”, confirmou Mauro Beting. “Isso faz parte da estratégia de qualquer negociação. Às vezes você fala: ‘ah… não vou mais’, só para a outra parte vir e dizer: ‘não é bem assim, veja bem, de repente…’. Isso vale para o Palmeiras, para o Corinthians e para o São Paulo”. 

“O que se sabe, hoje, é que o Scarpa não deve ficar no Fluminense e deve ir para um clube brasileiro que jogue a Libertadores em 2018. É a vontade do estafe dele. Eu diria que, hoje, ele está entre Corinthians e Palmeiras, com ligeira vantagem para o Corinthians, até porque o Fluminense não quer dinheiro, e sim jogadores, para liberá-lo”, acrescentou. 

A negociação entre Palmeiras e Fluminense esfriou na última quinta-feira, dia em que o clube tricolor recebeu a confirmação de que Róger Guedes e Michel Bastos não aceitariam se transferir para as Laranjeiras. O clube carioca quer quantificar o elenco para o ano que vem e vê em Scarpa a possibilidade de angariar ao menos dois jogadores de qualidade. O meia, por sua vez, considera ter encerrado o seu ciclo no Fluminense e tem o desejo de mudar de ares em 2018.