0:00
0:00

Corujão da Saúde chega a 250 mil exames em 60 dias

  • Por Jovem Pan
  • 14/03/2017 10h42
GUILHERME STUTZ/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDOGUILHERME STUTZ/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDOAE - O prefeito João Doria entrega exames feitos no Corujão da Saúde

O prefeito João Doria entrega exames feitos no Corujão da Saúde

Corujão da Saúde chega a 250 mil exames em 60 dias e reduz, em 67%, o total de pacientes que aguardam por procedimentos na capital paulista. O programa tem como objetivo zerar, em um prazo de 90 dias, a fila de espera herdada da gestão anterior e estimada em 485 mil pessoas.

Segundo a Prefeitura de São Paulo, 231 mil procedimentos já estão agendados até o mês de maio. A administração municipal confirma que aproximadamente 51 mil exames serão marcados nos próximos 10 dias, finalizando o déficit.

Cerca de 150 mil pessoas deixaram a espera por terem feito a análise em outro lugar ou por terem faltado à marcação feita pela Secretaria de Saúde.

O prefeito de São Paulo, João Doria, enaltece a eficiência e os resultados iniciais do Corujão da Saúde.

De acordo com a administração Doria, a fila atual é de 160 mil e reúne tanto pacientes que aguardam desde o ano passado quanto os novos. O secretário municipal de Saúde, Wilson Pollara, promete a Anderson Costa que a partir de abril, ninguém vai esperar mais que 30 dias para fazer os exames.

Wilson Pollara acrescenta que os hospitais privados respondem por 15% dos exames realizados no Corujão da Saúde. O programa é executado com o apoio de entidades públicas e particulares, que são remunerados pela tabela do SUS.