0:00
0:00

Escolas de samba do RJ ameaçam não desfilar ano que vem: Carnaval pode ser suspenso?

  • Por Jovem Pan
  • 15/06/2017 20h17 - Atualizado em 29/06/2017 00h31
RJ - CARNAVAL/VERBAS/PREFEITURA - CIDADES - Prefeito da cidade do Rio de Janeiro Marcelo Crivella anuncia corte de verbas destinadas às escolas de samba para atender necessidades das creches da rede municipal e LIESA, em resposta, diz que suspenderá os desfiles do Carnaval 2018, caso não tenha apoio da Prefeitura. As isntalações do sambódromo, na avenida Marques de Sapucaí, no Centro do Rio. 15/06/2017 - Foto: ALEXANDRE BRUM/AGÊNCIA O DIA/AGÊNCIA O DIA/ESTADÃO CONTEÚDOALEXANDRE BRUM/AGÊNCIA O DIA/ESTADÃO CONTEÚDOPrefeito do Rio de Janeiro disse que pretende cortar pela metade recursos do carnaval - AE
Nesta semana, o prefeito Marcelo Crivella disse que pretende cortar pela metade a subvenção que o município do Rio de Janeiro dá às escolas de samba e que os recursos serão alocados na educação. Em nota, a Liga das Escolas de Samba do Rio de Janeiro informou que o corte da verba torna inviável o desfile no ano que vem.

Os comentaristas do programa “3 em 1” comentaram o fato.

Vera Magalhães comenta que apesar de ser uma questão de prioridades, Crivella está implementando uma agenda que é das igrejas evangélicas e isso era uma coisa que se temia logo quando ele foi eleito. Para Marcelo Madureira, o brasileiro precisa parar com essa mania de depender de dinheiro público para tudo.

Carlos Andreazza acredita que no final das contas, esse assunto tem pouco a ver com o Carnaval. Apesar de gostar muito da festa, o comentarista disse ser completamente contra o uso de dinheiro público. E mesmo com o corte da verba, é possível acontecer o desfile no ano que vem.

Confira o debate completo no 3 em 1: