Contrato de Lucas Lima com Palmeiras tem “brecha” para possível saída em 2020

  • Por Jovem Pan
  • 30/11/2017 14h56
Guilherme Dionízio/Estadão ConteúdoLucas Lima, SantosO meia Lucas Lima, 27 anos, é o novo reforço do Palmeiras

O Palmeiras anunciou nesta quinta-feira a contratação do meia Lucas Lima. De acordo com o clube, será assinado um contrato de cinco anos – ou seja, até 2023. Na prática, porém, o jogador só terá vínculo com o Palmeiras até 2020. De acordo com informações do comentarista Beetto Saad, da Rádio Jovem Pan, Lucas Lima e Palmeiras firmaram, na verdade, um acordo de dois anos com possibilidade de renovação por mais três – o que resulta em um contrato “fragmentado” de cinco temporadas.

A proposta, segundo Beetto, foi feita pelo estafe de Lucas Lima e aceita pelo Palmeiras. Tal modelo foi concebido para que o jogador não fique “acorrentado” ao clube e possa “testar” o mercado daqui a duas temporadas – ele tem 27 anos e nunca jogou fora do País.

“Entende o gestor da carreira do Lucas Lima (Neymar pai) que ele (Lucas Lima) pode ter uma oportunidade daqui a dois anos na Europa ou em outro país”, explicou Beetto, durante o Esporte em Discussão desta quinta-feira, na Rádio Jovem Pan.

“Ao mesmo tempo, fica absolutamente pronto o terreno para que o Lucas continue no Palmeiras até 2023 caso renda bem. Na verdade, o Neymar pai pediu esse respiro depois de dois anos para sentir… Se o Lucas estiver bem no Palmeiras, permanece. Se não estiver, vai buscar outro caminho fora”.

Ainda segundo Beetto, o salário de Lucas Lima no Palmeiras não chegará aos R$ 700 mil mensais, como se especula. “O salário dele é bem abaixo disso, mas é muito bom”, decretou, sem revelar o valor.