Catalães vão às ruas de Barcelona contra prisão de separatistas

  • Por Jovem Pan
  • 16/04/2018 07h04
EFEO protesto deste domingo aconteceu dez dias depois da libertação do ex-presidente da Catalunha Carles Puigdemont, que estava detido na Alemanha

Neste domingo (15), milhares de pessoas foram às ruas em Barcelona para protestar contra a detenção de nove líderes separatistas, acusados de rebelião.

Eles estão detidos há seis meses, desde a época em que participaram da tentativa de declarar a independência catalã.

Todos estão à espera de um julgamento e como são acusados de rebelião, os separatistas podem pegar até 30 anos de prisão.

O protesto deste domingo aconteceu dez dias depois da libertação do ex-presidente da Catalunha Carles Puigdemont, que estava detido na Alemanha.

A mobilização foi lançada por uma plataforma criada em março para defender as instituições catalãs e os direitos e liberdades fundamentais

O evento contou com o apoio dos dois maiores sindicatos do país.

A Catalunha está sob a tutela do governo central de Madrid e sem executivo regional desde 27 de outubro.

Os independentistas renovaram a maioria de assentos no Parlamento nas eleições regionais de 21 de dezembro, mas não conseguiram um presidente que precisa tomar posse até o dia 22 de maio, senão, novas eleições regionais serão convocadas.

*Informações do repórter Victor Moraes