Chuvas devem continuar causando transtornos no Nordeste e Sudeste do País

  • Por Jovem Pan
  • 17/04/2018 06h49
Pedro Ventura/ Agência BrasíliaAlém do Maranhão, as fortes chuvas atingem também regiões do sudeste brasileiro

No Maranhão a chuva cai sem dar trégua e já são nove as cidades consideradas em situação de emergência: Caxias, Marajá do Sena, Pedreiras, Trizidela, Lago dos Rodrigues, Presidente Vargas, Brejo, São João do Sóter e Tuntum.

O coordenador do Laboratório de meteorologia da Universidade Estadual do Maranhão, Gunter Reschke, explicou que estamos no quadrilátero mensal conhecido mais chuvoso para a região, mas admitiu que abril já ultrapassou a média nos índices pluviométricos para o mês: “o solo que já está encharcado você tem previsão de mais água. Então essa água não será infiltrada. E tem municípios que são como um vale”.

Além do Maranhão, as fortes chuvas atingem também regiões do sudeste brasileiro.

Na capital do Espírito Santo, a chuva com duração de 12 horas desta segunda despejou o volume esperado para todo o mês de abril. Vitória, Vila Velha e Cariacica registraram diversos pontos de alagamentos, muitas pessoas ficaram ilhadas por causa da chuva e a Defesa Civil registrou a queda muros.

Algumas unidades de saúde, escolas e órgãos públicos da região da capital capixaba tiveram suspensão no horário de atendimento.

Na cidade da Juquitiba, na Grande SP, a chuva causou transbordamento de rios e pontos de alagamento. Em Itapecerica da Serra, os Bombeiros resgataram 33 pessoas na estrada Alberto da Costa que estavam ilhadas.

*Informações da repórter Neila Carvalho