Deixar cargo é mais natural no 2º mandato, diz Alckmin sobre eventual candidatura de Doria

  • Por Jovem Pan
  • 27/12/2017 08h49
Johnny Drum/Jovem Pan"Mas de repente a população pode entender. Doria é preparado e vai tomar decisão mais próximo do tempo”, disse o governador

Entre os nomes que surgem para a disputa pelo governo de São Paulo, há a expectativa de quem poderá ser o sucessor de Geraldo Alckmin no comando do principal Estado brasileiro. Já declarado como pré-candidato está o vice-governador paulista, Márcio França (PSB). Por outro lado, o prefeito de São Paulo, João Doria, sinalizou que poderia entrar na disputa, mas nada confirmado até o momento.

Em entrevista exclusiva ao Jornal da Manhã, o presidente nacional do PSDB desconversou sobre o seu afilhado político, João Doria, e disse que essa será uma questão de foro íntimo de avaliação.

“De um lado, claro que é cedo para deixar a prefeitura. No segundo mandato isso é mais natural que no primeiro. Mas de repente a população pode entender. Doria é preparado e vai tomar decisão mais próximo do tempo”, afirmou.

Por outro lado, o governador do Estado, Geraldo Alckmin, disse ver como natural a candidatura de seu vice: “se eu me afastar e ele assumir governo do Estado, ele só pode ser candidato a governador. É legitimo, é natural. Qualidades não lhe faltam. Covas disse que ele foi um dos melhores prefeitos de são Vicente e fez belíssimo trabalho. O ideal é que estejamos juntos e tem tempo para isso. Ideal é que mantivéssemos coligação, se não tivermos, para isso temos segundo turno”.

 

Confira a entrevista completa com o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin: