Doria desconversa sobre governo de SP e ressalta apoio a Alckmin para a Presidência em 2018

  • Por Jovem Pan
  • 06/12/2017 08h46

Alexandre Carvalho/A2img

“Nada contra as prévias, sou fruto delas, mas por aclamação pode ser um gesto de grandeza em relação ao PSDB e ao Brasil”, disse o prefeito em defesa do nome de Alckmin para ser o nome do partido à presidência da República

Antes tido como nome do PSDB a disputar contra Geraldo Alckmin, a candidatura para a Presidência da República em 2018, o prefeito de São Paulo João Doria deixou claro que seu apoio é integral ao padrinho político.

Em entrevista exclusiva ao Jornal da Manhã, Doria disse que no próximo sábado, dia 09 de dezembro, fará, na convenção nacional do partido em Brasília, uma “manifestação para que o PSDB possa apoiar o nome de Geraldo Alckmin à Presidência”.

“Nada contra as prévias, sou fruto delas, mas por aclamação pode ser um gesto de grandeza em relação ao PSDB e ao Brasil”, disse o prefeito.

O tucano afirmou ainda que seu foco é continuar como prefeito da cidade e lutar para melhorar a vida dos paulistanos. “Esse é o foco. E no plano nacional trabalhar com a importância de São Paulo no plano político, não como candidato, mas apoiando a candidatura de Alckmin para a Presidência. Precisamos ter uma alternativa que coloque o Brasil como esperança”, afirmou.

Doria defendeu ainda que não se tenha uma disputa presidencial em 2018 apenas com opções à esquerda e à direita, sem citar os principais nomes de cada lado: Lula e Jair Bolsonaro, respectivamente.

“É possível ter candidatura que defenda equilíbrio, geração de empregos, geração de renda, programa de mercado, privatização e agenda do Brasil. Sem populismos nem de esquerda e nem de direita”, finalizou.

Confira a entrevista completa com o prefeito de São Paulo, João Doria: