Doria sanciona projeto de lei que proíbe alimentos embutidos na merenda escolar

  • Por Jovem Pan
  • 04/01/2018 06h50
Agência BrasilLei proíbe alimentos embutidos, salsichas, salames, linguiças, mortadelas e chouriços no cardápio das crianças e adolescentes das escolas públicas de São Paulo

Lei proíbe alimentos embutidos, salsichas, salames, linguiças, mortadelas e chouriços no cardápio das crianças e adolescentes das escolas públicas de São Paulo.

O projeto do vereador Gilberto Natalini (PV) foi sancionado pelo prefeito João Doria: “essa lei vai prevenir doenças em nossas crianças, em particular, na ingestão dos embutidos, pelo desbalanceamento nutritivo ou pela presença, nos conservantes, de substancias cancerígenas. Junto a lei de merenda orgânica, estamos contribuindo para melhorar a saúde de nossas crianças”.

Segundo Natalini, que é médico, os efeitos do consumo excessivo de embutidos podem causar obesidade, diminuir a expectativa de vida, aumentar a incidência de doenças coronárias e diabetes, devido ao alto teor calórico e da presença de substâncias tóxicas, do tipo cancerígenas, como o nitrito e nitrato.

A previsão é que a nova lei entre em vigor em 60 dias, até o início de março, após a regulamentação do projeto.

*Informações do repórter Marcelo Mattos