Empresa de refrigerantes Dolly é alvo de operação da Secretaria da Fazenda de SP

  • Por Jovem Pan
  • 19/05/2017 07h48
Reprodução/TV Globoempresa dolly - rep

Com dívidas de R$ 2 bilhões em ICMS, empresa de refrigerantes Dolly é alvo de operação da Secretaria Estadual da Fazenda de São Paulo.

A Operação Clone foi deflagrada na manhã desta quinta-feira e os agentes das delegacias tributárias inspecionaram fábricas e escritórios da companhia.

O governo diz que as empresas do grupo têm deixado de responder a inúmeros comunicados da secretaria desde o ano passado e jamais receberam fiscais da pasta para esclarecimentos.

Os fiscais afirmam ainda que uma fábrica do grupo, localizada em Diadema, região do ABC, teve a inscrição estadual cassada em dezembro de 2015.

Com isso, ela não poderia estar funcionando, mas os investigadores reuniram evidências de que ela ainda estaria produzindo refrigerantes e sucos.

Só que nesta quinta-feira, quando a operação foi deflagrada, o diretor executivo de administração tributária da Secretaria da Fazenda, Marcelo Bergamasco, encontrou a fábrica de Diadema vazia, sem ninguém.

“Curiosamente, a planta industrial de Diadema estava vazia, só que foi encontrado farto conjunto probatório para construir elementos suficientes para comprovar que a unidade vem produzindo”, disse.

Com as provas, a Secretaria Estadual da Fazenda pode suspender as atividades da companhia.

A Jovem Pan procurou a empresa de refrigerantes Dolly por telefone e e-mail e não obteve resposta.

*Informações do repórter Tiago Muniz